Silvio Guerini

Não existe outro hoje senão o agora!

Textos


Feliz 2007 !!!

Como diria um poeta amigo meu:

A felicidade mais festejada é aquela que pensávamos não conquistar mais...
A vitória mais intensamente comemorada é aquela ganha na prorrogação...
O momento mais intensamente vivido é aquele que quase deixamos escorrer por entre nossos dedos...
O prazer mais fortemente sentido é quando dividimos o nosso prazer com alguém que amamos...
A vida mais vivamente vivida é aquela onde, quando olhamos para trás, vemos um rastro...
de derrotas... e vitórias...
de acertos e erros aleatoriamente tentados...
de tentativas e conquistas...
tombos... e muita volta por cima...
um pouco de dor... e muito de amor...
uma coleção de momentos apaixonados...
momentos que geraram sorrisos e lágrimas... arrepios...
momentos que geraram tesão...
aquela sensação indescritível de quando nos sentimos realmente vivos...
momentos de alguma razão... e muita loucura...
momentos que um dia contaremos aos nossos netos...
com orgulho de termos, um dia, sido corajosos...
rastro de uma troca constante e incerta...
onde ora damos... ora recebemos... ora ficamos na mão...
mas acima de tudo... um "rastro de gente" em nossas vidas...
um pouco de nós que deixamos nos outros...
um pouco dos outros que ficou em nós...

Isso deveria ter sido teu 2006!
Não foi?
Que pena!
O meu também não foi assim!
Mas não fica triste não!
Tem um ano novo começando daqui a pouco...
2007...

Então... larga essa mesmice que te sobrecarrega a face...
o coração...
a própria vida...
abre tuas asas...
você já nasceu com elas...
lembra sempre disso...
procura "entendê-las"...
procura "estendê-las"...
e simplesmente...
voe...


31 de dezembro de 2006, 18h36
guerinis@uol.com.br

Silvio Guerini
Enviado por Silvio Guerini em 22/12/2007
Alterado em 22/12/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e link para o site www.silvioguerini.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras