Silvio Guerini

Não existe outro hoje senão o agora!

Textos


Vai entender esse negócio!


Às vezes me pergunto:
“Por que esse negócio de amor dói tanto?”
Não deveria dar prazer
ser o gosto do nosso encanto
nos levitar como anjos
ser a razão do nosso viver?
Mas, inconsolado...
só encontro um pífio arremedo de resposta
dentro do meu próprio coração
com a carne toda exposta
fremente de dor
alma totalmente à mostra
na maior cara-de-pau
implorando por mais e mais... amor...
perdido... sem rumo... no próprio quintal!
Deve ser um vício
uma sina
deve ser um jogo
vírus sem vacina
que arde no peito como fogo
que gela o coração... que desatina


12 de março de 2007, 16h18
guerinis@uol.com.br

Silvio Guerini
Enviado por Silvio Guerini em 20/11/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e link para o site www.silvioguerini.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras